Finalmente conheci a boa esposa. Após inúmeras recomendações entendi todo o amor do mundo por Alicia Florrick e todo o ódio por seu marido, Peter. E como The Good Wife pode ser viciante.

A Boa Esposa

A trama é sobre aquela mulher que fica ao lado do marido após um grande escândalo e precisa recomeçar sua vida profissional e, aos poucos, a pessoal. Acredito que todos nós já questionamos um pouco a conduta passiva das mulheres de políticos ou homens públicos que têm sua vida sexual jogada ao ventilador. O que leva as esposas ficarem ao lado do marido nesse momento? Alicia é alguém que já questionou isso e hoje se vê no olho do furação.

O primeiro episódio consegue prender da primeira até última cena. Somos guiados pelo inferno pessoal na vida de Alicia, passando pela profissional e o momento de se reerguer. O enrendo não chega a ser 100% inédito, mas prende. É novela (até o momento não considero um novelão), temos drama, romance em potencial e uma comédia bem suave.

Encontrei uma maratona para os próximos dias.

Anúncios

Sim, chegou o momento de finalmente assistir ao clássico dos clássicos e referência do gênero mistério procedural. Seja Bones ou Castle, alguns elementos criados pela dinâmica Mulder e Scully, fazem parte do relacionamento desses novos personagens.

Arquivo X

Sim, como a grande maioria já havia assisto Arquivo X quando pequeno e meu subconsciente lembrava com “medo” de pequenas cenas, mas não de episódios completos. Decidi quebrar a barreira do tempo – afinal, poderia sentir a série como datada já que seu piloto é de 1993, vinte anos atrás – e dar o beneficio da dúvida. Posso afirmar que não me arrependo. The X-Files, o Arquivo X, é muito bom e vale a pena cada segundo.

Continue lendo »

Após assistir algumas cenas soltas e as chamadas durante a programação do Canal Sony, decidi me arriscar e conferir o episódio piloto da série estrelada pela Jennifer Love Hewitt. Posso dizer que muitos óleos de massagem e corpos nus fazem parte da trama.

Jennifer Love Hewitt  for The Client List

The Client List, por incrível que pareça, é uma série leve. A história é sobre uma mulher  abandonada pelo marido e com três filhos para criar. Afogada em dívidas aceita o emprego como massagista em um Spa, mas logo descobre que o lugar é na verdade um prostíbulo para clientes restritos, que já constam na lista de Georgia, dona do lugar e interpretada por Loretta Devine.

A série é derivada de um filme feito para Tevê em 2010 e que conseguiu uma indicação ao Globo de Ouro para Jennifer Love. A trama apresenta inúmeros clichês, mas que funcionam com o enredo. A série só tem uma temporada com um segundo ano garantido.

%d blogueiros gostam disto: